Atualmente, com um sistema econômico que favorece aquele que é eficiente e consegue entregar sua mensagem de maneira rápida e correta para o consumidor, as empresas percebem o quanto é extremamente imprescindível que seus processos internos sejam enxutos, evitando  desperdícios e custos desnecessários, de forma que a comunicação com o ambiente externo seja feita de maneira ágil, eficaz e eficiente.

O Microsoft SharePoint permite que isso seja alcançado. Ele fornece uma plataforma com fácil usabilidade em que é possível criar portais e aplicações Web por meio de listas e bibliotecas de documentos, permitindo que profissionais de diversas áreas de uma empresa, que não necessariamente possuam conhecimentos em Tecnologia da Informação, possam alterar o conteúdo que desejam entregar ao consumidor, reduzindo, assim, a dependência desses profissionais em relação à TI.

Duas das funcionalidades essenciais do Microsoft SharePoint são a criação de subsites e a criação de páginas dentro deles.

Um subsite, por definição, é um site pertencente a um subdomínio que está ligado a um domínio pai. Pode ser entendido como uma região específica de determinado website. O Microsoft SharePoint nos permite criar subsites dentro de um domínio já existente, facilitando a criação de regiões dentro de um website pai. Para isso, é necessário que baixemos e façamos o login no SharePoint Designer, ferramenta distribuída pela Microsoft (faça o download aqui).

Após baixado, o SharePoint Designer deve ser instalado. Após a instalação, ao abrirmos o programa, veremos a seguinte tela:

telaInicial

Nessa tela, selecionaremos a opção “Abrir Site”, já que, como estamos criando um subsite, é necessário que já possuamos um site pai.

Ao clicar em “Abrir Site”, o SharePoint Designer nos mostrará a seguinte caixa:

caixaAbrirSite

No campo “Nome do site”, devemos inserir o endereço do site pai dentro do qual criaremos o subsite. O domínio pai deve estar hospedado em um servidor. O SharePoint acusará um erro caso haja uma tentativa de abrir um site que esteja dentro de um disco local.

Caso o endereço que tente acessar necessite de autenticação, o SharePoint Designer exibirá uma caixa para que um login e uma senha sejam colocados.

Após abrir o site, o SharePoint Designer nos redirecionará para sua tela inicial, onde temos acesso a informações do site, permissões, subsites atualmente registrados, um menu lateral para navegação dentro do site, entre outras opções.

paginaInicialSite

 

Como podemos ver, a tela inicial do SharePoint Designer nos dá muitas opções de navegação e configuração do site. No menu lateral, à esquerda, temos acesso a hiperlinks que nos redirecionarão para áreas específicas de configuração e manutenção do site. O segundo item, de baixo para cima, é o hiperlink de “Subsites”.

Ao selecioná-lo, teremos acesso a todos os subsites atualmente registrados nesse domínio pai através desta tela:

telaAbrirSubSite

Uma vez aberta, podemos criar, remover ou abrir um determinado subsite. Para criarmos, devemos clicar em “Subsite” no canto superior esquerdo.

botaoNovoSubsite

 

Ao clicarmos nesse botão, o SharePoint Designer nos exibirá uma caixa permitindo a criação de um novo subsite.

novoSubSite

Como mostrado na imagem, o SharePoint Designer fornece variados tipos de site para criação, mostrando uma breve descrição de cada. Também é possível especificar se o subsite utilizará SSL para estabelecer uma conexão criptografada e determinar qual será o caminho do novo subsite.

Ao clicarmos em “OK”, o subsite será criado no caminho especificado e o SharePoint Designer nos redirecionará para a tela inicial do novo site, como exemplificado abaixo:

telaInicialNovoSubSite

Através dessa tela, podemos configurar o novo subsite e personalizá-lo com novas listas, bibliotecas, páginas, entre outras opções.

Agora que possuímos um novo subsite, podemos criar páginas dentro dele. Para isso, ainda com o SharePoint Designer aberto, devemos entrar no novo subsite através do navegador de internet.

Ao carregar, o site trará o cabeçalho de configurações do SharePoint conforme a figura abaixo:

cabeçalhoConfiguracoesSharePoint

No canto superior direito, ao lado do ícone de Ajuda (“?”), temos um ícone em formato de engrenagem indicando as configurações do site. Ao clicarmos nesse ícone, um menu será aberto mostrando algumas opções de configuração:

menuConfiguracoesSite

Como mostrado acima, no menu de configurações existe uma opção chamada “Adicionar uma página”. Ao clicá-la, o SharePoint exibirá uma caixa pedindo para que o nome da nova página seja informado. Esse será o nome de acesso à página. A imagem abaixo mostra essa caixa:

caixaAdicionarNovaPagina

 

Ao colocarmos o nome da página e clicarmos em “Criar”, o SharePoint Designer criará uma página com o nome especificado dentro da estrutura do nosso subsite. A página criada obedecerá ao tipo do subsite criado, tendo sua estrutura pré-definida.

A partir desse momento nossa página está criada e, caso o domínio do pai do subsite esteja online, automaticamente nossos subsite e página também estarão. Com isso, basta que a página seja configurada, adicionando e gerenciando seu conteúdo através de listas e bibliotecas de documentos. Isso é feito através da tela de edição da página:

configuracaoConteudoPaginaCriada

Para editá-la, deve-se primeiramente realizar o check-out. Após a edição, deve-se fazer o check-in da página para que as alterações tenham efeito na página. A partir do momento do check-in, o SharePoint já realiza as atualizações na página e já a disponibiliza para visualização através do seu endereço.

paginaCriada

Pronto, nossa página está criada! Agora é só compartilhá-la com quem desejar e colocá-la para bom uso!

Obs.: Como o subsite criado como exemplo nesse guia é um Site da Equipe, ele não estará disponível para o público em geral. O propósito de um Site da Equipe é facilitar o compartilhamento de documentos entre membros de uma equipe. Para que o SharePoint crie uma página disponível para navegação pública, deve-se criar um Site de Publicação. Nele é possível configurar conteúdo normalmente no SharePoint, como listas e bibliotecas de documentos, e ainda utilizar páginas completas em HTML que consomem o conteúdo criado. Essas páginas HTML são utilizadas dentro de um iframe criado pela masterpage do SharePoint, fazendo com as páginas HTML sejam utilizadas como simples conteúdo que o SharePoint deve exibir. Se quiser saber mais, clique aqui e veja como criar listas no SharePoint.

Por: Ian Cruz
Revisão: Jéssica Saliba.